segunda-feira, 26 de novembro de 2012

A Princesa e o Dragão: um verdadeiro conto infantil

A Princesa e o Dragão
Era uma vez uma linda Princesa chamada Katrina.
Um dia ela estava andando pelo jardim de seu castelo, e de repente apareceu um enorme dragão que disse: 
_ Princesa eu vou te levar para minha torre.
_ Eu não vou! Quem vai cuidar de mim? Retrucou a princesinha.
_ Eu cuidarei de você. Respondeu a fera.
A princesa concordou em ir com o dragão, desconhecendo o segredo que o mesmo carregava consigo.
Quando eles chegaram lá na torre o dragão arrumou um quarto muito bonito para a princesa que ficou muito feliz. Após breve descanso , a menina resolve explorar os arredores da habitação que a criatura lhe trouxera, de  súbito desceu rapidamente as escadas da torre e num instante estava livre e surpreendentemente frente a frente com uma linda cachoeira, localizada numa densa floresta que circundava a torre onde vivia o dragão. Abatida pelo calor a bela princesa resolve se refrescar nas límpidas águas.
Já desperto de seu repouso o dragão encontra a princesinha na cachoeira e lhe pergunta:
_ Princesa Katrina, por que você não avisou que ia sair?
_ Eu não te avisei porque eu estava com muito calor. Respondeu a menina após breve pausa.
_ Está desculpada. Por que não volta para seu quarto? fala a besta com voz preocupada.
Já em seu quarto Katrina encontra vários livros e como gostava muito de ler pega um volume, era o livro das fadas. Porém, o passeio havia lhe aberto o apetite. Mas o que comeria? A jovem começava a sentir saudades de casa, saudades de seus deliciosos biscoitos reais. Decidida Katrina procura o dragão e disse-lhe com voz meiga: _ Dragão, eu quero ir embora para o meu castelo, estou com saudades da minha casa...
_ Tudo bem... ao amanhecer levo-lhe de volta. Como gostava muito da princesa a criatura proferiu esta frase com imensa tristeza.
Assim que os primeiros raios de sol inundaram a torre a princesa já estava preparada para partida. Contudo, percebia a infelicidade de seu anfitrião. Afinal, o Dragão não lhe fizera mal e ela o seguiu de livre e espontânea vontade. A tristeza da criatura a incomodava profundamente, até que a voz do monstro cortou seus pensamentos: _ Princesa Katrina, eu posso morar no seu castelo com você? Indagou trêmulo, o Dragão. Com o peito palpitante a menina respondeu enquanto o abraçava: _ É claro! que pode morar comigo em meu castelo. Comovida e de um só ímpeto apaixonado a Princesa beija demoradamente aquele ser que tanto a cativava.
Enfim, o segredo da nobre criatura era desvelado! Quando Katrina afastou os lábios vislumbrou um belo príncipe! O jovem casal regressou ao castelo. O rapaz ganhou a alcunha de matador de dragões, já que trazia de volta a rapitada Princesa daquele reino. Tadavia, somente Katrina conhecia  o conto do Dragão com alma de príncipe que morava numa torre próxima a mais bela cachoeira. O Dragão apaixonado pela linda princesa. Conto escrito no livro das Fadas...
(Sabrina Nunes Teixeira - 4º ano E - EMEF "São João Chrisóstomo" - Adaptação: Professor -  Graziany Monteiro Gomes)








É com imenso orgulho que apresento a obra da minha aluna Sabrina. De fato, eu não esperava receber um presente de natal como este. O contentamento é enorme! Sinto cada vez mais que estou no caminho certo. Devemos mostrar para nossos alunos como o mundo da leitura e escrita é prazeroso. Minha prática está alicerçada neste simples conceito: Se escrevo, ele escreve. Se leio, ele lê. Se elogio. Ele se Motiva. Motivado meu aluno aprende a ler e escrever. E se ele torna-se capaz de escrever suas próprias obras. Meus sonhos estão plenamente realizados!
 (Prof: Graziany Monteiro Gomes)

Nenhum comentário: